segunda-feira, 9 de abril de 2012

Queimadenses acusam Sorriso Maroto de plágio


Leandro Machado (Matéria de Matheus Vieira)- Um dos maiores sucessos do grupo de pagode Sorriso Maroto extrapolou as rádios e prateleiras de lojas de música e se tornou alvo de um processo que tramita na 5ª Vara Cível do Tribunal de Justiça. Uma dupla de música romântica do município de Queimados alega que o hit "Sinais", do CD de mesmo nome, lançado em 2009, é plágio de uma canção chamada "Te encontrei".

Na Justiça, a dupla Markinho e Kia exige reparação por danos morais e a retirada dos CDs do grupo do mercado. Os amigos de Queimados processam os dois compositores de "Sinais", Bruno dos Santos e Sérgio Júnior, assim como a Deck Produções, responsável pela gravação e editoração da faixa de sucesso.
Apesar das letras bastante distintas, a semelhança da melodia intrigou a dupla. Ezequias Reis Inocêncio, o Kia, conta que escreveu "Te encontrei" em 2002. Três anos depois, registrou a letra na Biblioteca Nacional. Foi só em janeiro de 2009 que a dupla da Baixada Fluminense publicou uma gravação da música no site YouTube.

Veja abaixo o vídeo com a música dos queimadenses:




— A partir de 2009, onde quer que a gente fosse, as pessoas diziam que a gente estava copiando o Sorriso Maroto. Um dia cantarolei a minha música para um camelô e ele disse: "Ah, essa é do Sorriso Maroto" — conta Kia.
O advogado da dupla, Bruno Mondaini, diz que chegou a mandar uma notificação extrajudicial:
— A gravadora alegou apenas que não houve plágio.

O violonista do Sorriso Maroto, Sérgio, assegura que a música foi composta pelo grupo. Ele diz ter feito a canção em 2008, em homenagem à sua mulher.
— O que posso dizer é que a nossa vida autoral é muito extensa. Outros grupos já gravaram nossas músicas — responde o pagodeiro.
Procurada pelo EXTRA, a Deck Produções afirma que só vai se pronunciar após ser notificada pela Justiça.

Vídeo pode ajudar a provar acusação

A polêmica do Sorriso Maroto sucede uma recente, envolvendo o hit deste ano, "Ai se eu te pego". No mês passado, a cantora Sharon Acioly, compositora da música interpretada por Michel Teló, anunciou um acordo extrajudicial com Amanda Cruz, Aline da Fonseca e Karine Vinagre. As três estudantes alegam co-autoria. E a prova: um vídeo em que Sharon credita a música ao trio.
Para o advogado Nehemias Gueiros, especialista em direitos autorais, o vídeo postado por Markinho e Kia no YouTube, em 2009, pode, também, se tornar decisivo.
— O ato da publicação na internet dispensa o registro. A rede é mundial e dá anterioridade a quem publicou primeiro — afirmou Nehemias, que deu um alerta para a estratégia de defesa da dupla: — Nem adianta levar o registro da Biblioteca Nacional. É preciso focar na publicação do YouTube. E torcer para que o grupo de pagode não tenha um registro anterior a 2009.

Melodia seria parecida

A letra de "Te encontrei" está registrada na página 34 de um livro chamado "Músicas do Kia". O documento reúne cerca de 50 músicas de Ezequias. Junto com os versos, estão escritas notações cifradas. São símbolos que ajudam a orientar o instrumentista que acompanha a música. Toda essa documentação, no entanto, não deve ajudar nos tribunais.
— O plágio que eles alegam é da melodia, e não da letra. E eles não têm o registro da música. Por mais que haja a cifra, não é possível determinar, com ela, a melodia da música. Para que seja possível e efetuado um registro público de música, necessariamente terá que haver uma partitura — explicou Rejane Schneider, responsável técnica pelo escritório de direitos autorais da Biblioteca Nacional.

Fonte: Extra Online



3 comentários:

  1. IHH caraca.. Será?
    Conheço o Markinho mas nunca soube dessa história, enfim, se realmente houve plágio, tomara que consigam provar.

    ResponderExcluir
  2. Se tratando da melodia só achei o início parecido, o resto não tem nada a ver.

    ResponderExcluir
  3. Na boa, sou morador de Queimados e proximo do Sorriso, na boa, não tem nada haver com "Sinais" do grupo. Inclusive a música foi iniciada pelo Bruno e finalizada pelo Sérgio tempos depois.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!