domingo, 10 de abril de 2011

Vasco vence e fica a um passo da semifinal


Jogando em casa Vasco ganha o Cabofriense com um placar de 2 a 1. O gigante da colina poderia ter aplicado uma goleada, não fosse as muitas oportunidades desperdiçadas durante todo jogo em São Januário.



A torcida compareceu em peso dando um show desde antes de o jogo começar com uma linda festa nas arquibancadas. O silêncio tomou conta do estádio, em homenagem às crianças mortas no massacre em Realengo.



Com as duas equipes no centro do campo de mãos dadas foi feito um silêncio magnífico. Com torcedores, jogadores, comissão de arbitragem e os jogadores respeitando assim o tradicional minuto de silêncio.



O Vasco começou atacando com toques de bola precisos e com a sua zaga fazendo muito bem o seu papel conseguindo desfazer as jogadas de ataque do cabo-friense com tranqüilidade.



Aos 19 minutos do 1º tempo Bernardo abriu o placar com uma bela jogada dentro da área do Cabofriense. Aos 34 Zotti empatou, a primeira etapa terminou aos 47 minutos.



O segundo tempo começou com a equipe do Vasco atacando em busca do desempate, em uma troca de passes que não se convertiam em gol, deixando irritada a torcida que chegou a vaiar o jogador Alan, e até mesmo ao Felipe, um dos seus maiores ídolos, que não foi muito bem nessa partida, mas ajudou ao Vasco conseguir a vitória com um gol de pênalti marcado por Alecsandro aos 41 minutos do segundo tempo.



O time de Cabo Frio está rebaixado. Com apenas oito pontos na classificação geral, o time não tem como alcançar os concorrentes e apenas cumpre tabela contra o Volta Redonda na última rodada.



Lider do seu grupo o Vasco, com 16 pontos, está muito perto de garantir a sua vaga na semifinal do turno. Ela pode ser confirmada já neste domingo, caso Flamengo (12 pontos) não vença Botafogo e o Americano com (11 pontos) também não vença o Fluminense.

Ao término da partida a torcida cruzmaltina não perdeu a oportunidade de provocar aos flamenguistas cantando “O urubu pode esperar que a sua hora vai chegar”, o Show da torcida do gigante da colina terminou ao som de “O campeão voltou, o campeão voltou”.





FICHA TÉCNICA:
VASCO 2 X 1 CABOFRIENSE

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 9/4/2011 - 18h30 (de Brasília)
Renda/Público: R$ 214.950 / 13.783 presnetes
Árbitro: Antônio Frederico dos Santos (RJ)
Auxiliares: Lilian da Silva Fernandes (RJ) e Andréa Izaura Maffra (RJ)
Cartôes amarelos: Anderson Martins, Fellipe Bastos, Alecsandro (VAS); Léo Itaperuna, Assumpção e Zé Carlos (CAB)
Cartão vermelho: Assumpção, 12'/2ºT (CAB)

GOLS: Bernardo, 20'/1ºT (1-0); Zotti, 34'/2ºT (1-1); Alecsandro, 40'/2ºT)

VASCO: Fernando Prass; Allan, Dedé, Anderson Martins e Allan; Rômulo, Fellipe Bastos (Leandro, 21'/2ºT), Felipe e Bernardo (Enrico, 33'/2ºT); Eder Luis e Alecsandro - Técnico: Ricardo Gomes.

CABOFRIENSE: Flavio, Vagner, Zé Carlos, André Paulino e Everton; Luciano Totó, Cardoso, Diego Sales (Arílson, 28'/1ºT) e Zotti (André Oliveira, 13'/2ºT), Léo Itaperuna (Allan, 21'/2ºT) e Assumpção - Técnico: Lucho Nizzo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!