quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Pesadelo do Casa Blanca se repete

No dito popular é senso comum que um raio não pode cair duas vezes no mesmo lugar. No Estádio Casa Blanca, a situação é um pouco diferente. Assim como na primeira partida da decisão da Libertadores do ano passado, o Fluminense teve raros bons momentos na partida, acabou sentindo os efeitos da altitude, a pressão da LDU e foi goleado por 5 a 1, nesta quarta-feira, em Quito, na primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana. Marquinho abriu o placar para o Fluminense, Mendez marcou três vezes e Salas fechou a goleada equatoriana.
As duas equipes se enfrentam novamente na próxima quarta, dia 2 de dezembro, no Maracanã. Para ficar com o título, o Tricolor vai precisar vencer por cinco gols de diferença. Vitória por quatro gols leva a decisão para a prorrogação. A LDU pode perder por três gols de diferença para conquistar a Copa Sul-Americana.
O tricolor mais otimista não esperava por um início tão promissor. Logo aos 23 segundos, Fred arriscou de fora da área, Domínguez espalmou e Marquinho aproveitou o rebote para abrir o placar. Inicialmente, a LDU sentiu o gol, mas não se abalou e empurrada pela torcida partiu para cima do Fluminense. Os equatorianos insistiam nos cruzamentos para área, dificultando bastante o trabalho da defesa tricolor.
A LDU "martelou" tanto que conseguiu o empate, aos 20 minutos, em um lance irregular. Os gandulas jogaram duas bolas no campo com o jogo parado, a equipe da casa cobrou a falta e Mendez aproveitou para soltar a bomba e empatar a partida.
Após o gol, os jogadores tricolores reclamaram bastante e o quarto árbitro chamou a atenção dos gandulas, que não se incomodavam em entrar em campo quando bem entendiam. O Fluminense sentiu o gol e passou a se comportar de maneira nervosa. Walter Caldéron teve uma oportunidade clara para ampliar o placar e desperdiçou. Aos 43, Mendez virou o placar. Após cobrar falta na barreira, a bola voltou para o camisa 12 soltar a bomba de fora da área e colocar a LDU em vantagem.
Na saída para o intervalo, Fred pediu para o Fluminense ter tranquilidade na partida:
- Estamos sofrendo pressão. É muito difícil jogar aqui. Temos que nos acostumar rápido para o segundo tempo - receitou o artilheiro.
Com Kieza no lugar de Alan, o Fluminense voltou para o segundo tempo tentando uma nova movimentação que o levasse ao empate. Afobado e cansado, o time tricolor pouco produziu e facilitou as ações da LDU. Mendez marcou o terceiro dele, aos 14 minutos, Salas fez o quarto, aos 31, e De La Cruz, com um balaço do meio da rua, aos 42, fechou o placar.
Um pesadelo que o torcedor tricolor não esperava viver novamente e que dificulta bastante a conquista da Copa Sul-Americana. Ao torcedor, resta acreditar...
FICHA TÉCNICA: LDU (EQU) 5 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Casablanca, Quito (Equador)Data/Hora: 25/11/09 - 21h50Árbitro: Roberto Silvera (URU)Assistentes: Pablo Fandiño (URU) e Wálter Rial (URU)Cartões amarelos: Espínola, Walter Calderón (LDU); Marquinho, Gum (Fluminense)
Gols: Marquinho, 23''/1ºT (0-1), Mendez, 20'/1ºT (1-1), Mendez, 43'/1ºT (2-1), Mendez, 14'/ 2ºT (3-1), Salas, 31'/2ºT (4-1), De La Cruz, 42'/2ºT (5-1)
LDU: Domínguez, Willian Araújo, Espínola e Norberto Araujo; Reasco, Mendez (Chila, 39'/2ºT), Bolaños (Salas, 23'/2ºT), Diego Calderón e De La Cruz; Bieler e Walter Calderón (Graf, 23'/2ºT). Técnico: Jorge Fossati.
FLUMINENSE: Rafael, Gum, Cassio e Dalton; Mariano (Ruy, 25'/2ºT), Diguinho (Maurício, 14'/2ºT), Diogo, Conca e Marquinho; Alan (Kieza, intervalo) e Fred. Técnico: Cuca.

Por: Felipe Carvalho

Fonte: Lancenet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!