segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Fluminense vence mais uma e segue firme na luta contra o rebaixamento

Rio - Antes do jogo, Washington esteve no gramado do Maracanã ao lado de Assis, com quem formou o histórico Casal 20 do Fluminense. Pouco depois, a versão atual, o Casal 19, brilhou mais uma vez e o Tricolor venceu o Atlético-PR por 2 a 1. Com gols de Fred e Maicon, o time deu outro passo na impressionante caminhada para tentar fugir do rebaixamento no Brasileiro.
A equipe chegou aos 39 pontos e agora está apenas dois atrás do primeiro time fora da zona de degola, o Botafogo, restando três rodadas. O Tricolor está há 11
jogos sem perder. Washington viveu momentos de emoção antes da partida. Uma campanha foi montada no Maracanã para arrecadar fundos para o tratamento do ex-atacante, que sofre com uma doença degenerativa que atrofia os músculos.
A presença do ex-jogador trouxe à tona lembranças de uma época vitoriosa do Tricolor e mexeu com os brios do torcedor, que incentivou durante todo o tempo. Apesar dos bons fluidos, o Fluminense entrou nervoso no jogo. E durante os primeiros minutos, a falta de tranquilidade foi, justamente, o maior adversário tricolor.
Tudo que o Tricolor precisava para colocar os nervos no lugar era um gol e ele saiu aos 17 minutos. Em bela jogada, as principais peças do time funcionaram em harmonia. Conca enfiou bola para Maicon, que entrou pela esquerda e rolou na medida para Fred completar de carrinho. Um presente para Washington e para a torcida, que recebeu corações do atacante na comemoração. Foi o 10º gol do camisa 9 em um mesmo número de jogos.
Ainda ameaçado pelo rebaixamento, o Atlético-PR precisou sair para o ataque, mas quando ameaçou, esbarrou em Rafael, que fez duas belas defesas em conclusões de Nei e Wesley. Aos 31, Maicon quase faz um golaço. Aproveitou falha da zaga e emendou uma bicicleta, mas Galatto pegou no susto.
O Furacão voltou mais ofensivo no segundo tempo e chegou a ameaçar, mas o dia não era para surpresas e Conca tratou de resolver a parada, aos 18. Com outro belíssimo passe, colocou Maicon na cara do gol. Dessa vez, o garçom de Fred não deu a bola e resolveu ele mesmo, com um toque de categoria por cima de Galatto.
Aos 35, Tartá substituiu Maicon, que foi muito aplaudido pela torcida e também pelo Casal 20. Aso 38, Marcelo diminuiu e deu um aperto no coração do tricolor, mas o time conseguiu segurar a vitória.
Por: Felipe Carvalho
Fonte: O Dia Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!