domingo, 15 de novembro de 2009

Flamengo vence o Náutico e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro




Luta pelo hexa

RIO - O sonho do hexacampeonato brasileiro está mais vivo do que nunca para o Flamengo. Faltando três rodadas para o fim da competição , o time dirigido pelo técnico Andrade venceu o Náutico por 2 a 0 neste domingo no estádio dos Aflitos e chegou a 60 pontos na vice-liderança do campeonato . Os gols de Petkovic e Adriano deixaram o Fla a dois pontos do São Paulo.

No duelo particular com o tricolor paulista que pode valer a retomada da hegemonia nacional, o pentacampeão Fla terá dois jogos em casa, enquanto o hexacampeão São Paulo não atua mais no Morumbi. No próximo fim de semana, o rubro-negro enfrenta o Goiás no Maracanã enquanto o São Paulo vem ao Rio para o duelo com o Botafogo no Engenhão. Nas últimas rodadas, o Fla tem o Corinthians no Pacaembu e o Grêmio no Maracanã.

Já o São Paulo vai ao Serra Dourada enfrentar o Goiás e encerra o campeonato contra o Sport em campo neutro, uma vez que o tricolor paulista perdeu o mando de campo de uma partida porque um torcedor invadiu o campo na partida contra o Internacional.

Ainda podendo estragar a festa rubro-negra estão o Palmeiras, terceiro colocado com 59 pontos, e o Atlético-MG, quarto com 56, mas aparentemente a disputa pelo título parece cada vez mais polarizada entre os dois maiores campeões do país.

- Conseguimos encostar. Agora temos um jogo em casa muito difícil e precisamos sair com a vitória - disse o lateral-direito Leonardo Moura.

Petkovic abriu o placar para o Flamengo.

Precisando da vitória para fugir do rebaixamento para a segunda divisão, o Náutico começou a partida jogando no campo de ataque e tentando pressionar o Flamengo. Mas a equipe pernambucana não conseguia levar perigo ao gol de Bruno nem se aproveitar do fato de o Rubro-negro estar atuando com o zagueiro Ronaldo Angelim improvisado na lateral-esquerda por causa da suspensão de Juan e do desfalque de Everton, contundido.

A melhor oportunidade do Náutico aconteceu aos 9 minutos, num chute de Bruno Mineiro que passou perto do gol rubro-negro.

Aos poucos, no entanto, o Flamengo foi melhorando na partida e chegou ao gol aos 16. A bola foi levantada na área e encontrou Adriano. O artilheiro tocou para Léo Moura que bateu em cima de Glédson. No rebote, Petkovic abriu o placar.

O gol deu ânimo ao Fla que quase ampliou aos 19 num chute de Zé Roberto que o goleiro do Náutico espalmou para escanteio.

Aos 26, o lance mais polêmico da partida. Michel chutou de fora da área, Bruno espalmou e na sobra Cláudio Luiz tocou para o gol. Após a indicação do assistente, o árbitro Sandro Meira Ricci marcou acertadamente o impedimento, mas os jogadores do Náutico reclamaram muito. O jogo ficou quatro minutos paralisado, mas o árbitro confirmou o impedimento depois de consultar o bandeira e o quarto árbitro.

Terminada a confusão, o Flamengo continuou melhor na partida e chegou ao segundo gol no fim do primeiro tempo numa bela jogada coletiva. Leonardo Moura tocou para Zé Roberto na área que cruzou para Adriano completar para o gol vazio. Foi o 18º dele, agora artilheiro isolado da competição .

O Fla voltou para o segundo tempo sendo pressionado pelo Náutico, que melhorou com a troca do zagueiro Asprilla pelo meio-campo Juliano, saindo do esquema com três defensores. Logo aos três minutos, Irênio obrigou Bruno a fazer uma grande defensa, impedindo o primeiro gol do time pernambucano.

Mas a equipe de Andrade soube segurar a pressão e teve boas oportunidades de ampliar com Willians e principalmente com Zé Roberto, que desperdiçou uma chance incrível aos 14 minutos.

O Náutico também teve algumas boas oportunidades, com a de Juliano aos 26, mas sempre esbarrava nas boas defesas de Bruno, que garantiu o placar e manteve o Flamengo cada vez mais perto do sonhado título nacional.

- Esta equipe está de parabéns. Todos estão se destacando. O título não depende da gente (apenas), mas se amanhã não conquistarmos o título já considero a minha equipe campeã.

Náutico 0 x 2 Flamengo

Local: Estádio dos Aflitos

Árbitro: Sandro Meira Ricci

Cartões Amarelos: Leonardo Moura e David (Flamengo), Asprilla, Cláudio Luiz e Irênio (Náutico)

Gols: Petkovic aos 16 e Adriano aos 45 minutos do primeiro para o Flamengo

Náutico: Glédson, Asprilla (Juliano), Claudio Luiz e Vágner; Patrick, Nílson, Aílton (Anderson Lessa), Irênio (Tuta) e Michel: Carlinhos Bala e Bruno Mineiro. Técnico: Geninho.

Flamengo: Bruno, Leonardo Moura, Álvaro, David e Ronaldo Angelim; Aírton, Toró, Willians (Lennon) e Petkovic (Bruno Mezenga); Zé Roberto (Welinton) e Adriano. Técnico: Andrade.
Fonte Jornal O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!