quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Trem da Supervia apresenta nova pane, desta vez na Central do Brasil


Problema ocasionou novo tumulto na estação. Batalhão de Choque usa bomba de efeito moral e spray de pimenta

Rio - Um dia depois de uma pane no trem que chegava a estação de Nilópolis, no ramal de Japeri, na Baixada Fluminense, uma outra composição da Supervia apresentou problemas na tarde desta quinta-feira. Com isso, novos tumultos foram registrados e a estação chegou a ficar fechada por 40 minutos.

Um trem que chegava vazio na Central do Brasil, pouco depois das 16 horas, apresentou problemas, afetando o cronograma de partidas na estação. Em decorrência da pane, os trens partiram apenas da estação de São Cristóvão, na Zona Norte, até as 16h40, quando a Supervia informou que técnicos solucionaram o problema.

De acordo com relatos, houve tumulto na Central do Brasil. Por volta de 16h40, o batalhão de Choque da Polícia Militar chegou ao local e teve de usar bombas de efeito moral e gás de pimenta. Para tornar a situação ainda mais difícil para os passageiros, o ramal de Saracuruna não está funcionando por causa de um problema operacional. Os passageiros devem utilizar o ramal de Belford Roxo e, em caso de necessidade de fazer baldeação, prosseguir até a estação de Triagem.

Tumulto, vandalismo e roubo na quarta-feira

Por volta das 7h40 da última quarta-feira, uma pane em um trem da Supervia causou muitos transtornos em algumas estações do ramal de Japeri. Uma composição apresentou defeito na estação de Edson Passos, forçando as pessoas a caminhar pelos trilhos. Um estudante de 17 anos foi detido por desacatar policiais em Nilópolis. Em Mesquita, a polícia informou que manifestantes colocaram fogo entre dois vagões de uma composição. Pelo menos 12 pessoas ficaram feridas com a confusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!