segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Torneio pré-NBB termina em confusão


Final do quadrangular amistoso entre Flamengo e Joinville foi encerrada no segundo quarto quando Marcelinho, expulso, se recusou a deixar a quadra

Era para ser um torneio amistoso para esquentar as baterias antes da segunda edição do Novo Basquete Brasil. Mas o que se viu neste domingo, em Joinville, foi mais uma demonstração de despreparo envolvendo a modalidade no Brasil. A final do torneio, entre Flamengo e Joinville, foi interrompida no segundo quarto, após as expulsões de Marcelinho e Shilton, quando o placar marcava 27 a 23 para a equipe catarinense. Como o ala do Flamengo se recusou a deixar a quadra, o árbitro Cristiano Maranho encerrou a partida.

Marcelinho cometeu uma falta antidesportiva em Shilton quando faltavam cerca de quatro minutos para o intervalo. Houve um princípio de tumulto, mas sem agressões físicas. Ainda assim, o árbitro resolveu expulsar os atletas – justamente os maiores astros das duas equipes. Após muita reclamação, Marcelinho sentou no banco de reservas e decidiu não deixar a quadra

Maranho comunicou à mesa que daria um prazo de cinco minutos para o jogador do Flamengo sair e, assim, reiniciar o jogo. Como Marcelinho se manteve irredutível, o juiz encerrou a partida e o torneio. O técnico de Joinville, Alberto Bial, assumiu o microfone do ginásio, reclamou do tratamento recebido pelo estado de Santa Catarina e “declarou” Joinville campeão do torneio.

O Flamengo foi o campeão da primeira edição do NBB, eliminando Joinville nas semifinais. As duas equipes disputavam o quadrangular, que também contou com Minas e Londrina. A equipe mineira ficou com o terceiro lugar, ao bater o Londrina por 77 a 61.
Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!