sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Cabral chama de ‘vagabundos’ usuários que depredaram estações


Investigação de vandalismo mobiliza Governo, polícia e MP
Cadastro de baderneiros e vídeos são pistas para chegar aos vândalos

Rio - O governador Sérgio Cabral determinou ontem à Secretaria Estadual de Transportes apuração rigorosa para identificar os participantes do quebra-quebra e roubo nas estações de Nova Iguaçu e Nilópolis e o incêndio em duas composições, provocados quarta-feira por passageiros enfurecidos pela paralisação de trens.
“A SuperVia tem que verificar as falhas, mas nada justifica vandalismo. Temos que identificar os ladrões de bilheterias e os que quebraram os trens. Não estão prejudicando a SuperVia, mas a população que usa o transporte de massa. Esses vagabundos têm que ser presos!”, afirmou Cabral.
O Ministério Público Estadual e quatro delegacias — uma especializada e três distritais — também estão apurando a confusão. Imagens dos atos de vandalismo estão sendo analisadas pela promotoria e também serão encaminhadas à polícia. Ontem, policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) fizeram operação nas estações de Nilópolis, Mesquita e Nova Iguaçu para tentar identificar os participantes da confusão.

“Será difícil identificar os autores, porque é uma multidão, mas talvez com cadastro de baderneiros reincidentes a SuperVia nos ajude”, afirmou o delegado Eduardo Freitas. Segundo ele, os autores podem responder por roubo e dano, que somam mais de 8 anos de prisão.

>>> O tumulto na Central do Brasil em imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!