terça-feira, 13 de outubro de 2009

Arquidiocese do Rio anuncia campanha nacional de doação para restauração do Cristo Redentor


RIO - A Arquidiocese do Rio anunciou nesta segunda-feira, durante missa solene celebrada aos pés do Cristo Redentor, uma campanha nacional para arrecadar fundos destinados à restauração do monumento, eleito uma das novas sete maravilhas do mundo moderno. A campanha será intitulada "Eu sou de Cristo" e terá como símbolo a réplica perfeita em miniatura do Cristo, representado em um broche dourado. Foi o próprio arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, que fez o anúncio da campanha durante a missa. O monumento completou nesta segunda-feira 78 anos, comemorado com missa no Corcovado. Todas as pessoas que colaborarem com o valor de R$ 7 receberão o broche.
- Será um sinal de fé e de sua adesão a campanha. Vamos reeditar a ação dos católicos do passado que um dia construíram o Cristo com suas doações - explicou Dom Orani.
O arcebispo lembrou que a construção do monumento ao Cristo Redentor começou em 1922 com o lançamento da pedra fundamental. A inauguração só aconteceu em 1931. Ainda segundo explicou Dom Orani, a ideia da construção aconteceu em 1859 quando o padre Pedro Maria Boss encantado com a beleza do Corcovado sugeriu à Princesa Isabel a construção de um monumento religioso no local. O arcebispo disse que poucos sabem, mas foram os fiéis, através de pequenas doações, que ajudaram a construção do monumento pedra sobre pedra.
- Ele não imaginava que 78 anos depois a sua inspiração se tornaria realidade, transformando num ícone mundial, muito mais valorizado com a confirmação da realização da Copa do Mundo em 2014 no Brasil; e a Olimpíadas em 2016 aqui no Rio - contou Dom Orani.
O padre Omar Raposo, reitor do santuário Cristo Redentor, estima que as obras de reformas do monumento (de todo o conjunto) custará um total de R$ 6 milhões.
Na missa de ontem também foi homenageada a Nossa Senhora de Aparecida, padroeira do Brasil. Também foi assinado um acordo de intercâmbio religioso entre a Arquidiocese do Rio e o bispo Dom Gilberto Reis, de Sepúbal, em Portugal.
Fonte: O Globo online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!