segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Ônibus levam passageiros de vans intermunicipais de graça até a Central

RIO - Os seis ônibus especiais destinados a levar gratuitamente os passageiros que chegam em vans intermunicipais ao ponto em frente à estação da Leopoldina até a Central do Brasil já estão fazendo o transporte desde a manhã desta segunda-feira. Com isso, o movimento de passageiros é maior do que foi registrado na semana passada quando começaram a valer as novas regras. Mas, ainda assim, os passageiros reclamam do número de vans que saem da Baixada Fluminense. Uma falha no sistema da SuperVia provocou atrasos nos trens, que já estão sobrecarregados com a dimunuição da oferta de vans, e muitos passageiros ficaram revoltados .

O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) continua na Leopoldina nesta manhã para reprimir o transporte irregular.

O serviço de transporte gratuito dos passageiros das vans da Leopoldina à Central surgiu a partir de uma ordem do governador Sérgio Cabral. O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) fez um acordo com o Rio Ônibus para oferecer o transporte. Segundo o presidente do Detro, Rogério Onofre, o sistema vai funcionar em caráter experimental, pelo menos, até quarta-feira. A ideia é implantar o sistema de integração entre vans legalizadas e ônibus até o fim da semana, sem que os passageiros paguem mais pela passagem. Uma portaria, publicada no Diário Oficial desta segunda-feira, cria uma comissão para estabelecer o modelo de integração.

- Preocupado com o desconforto dos passageiros, o governador determinou que o Detro tomasse uma solução o quanto antes - diz Onofre.

Ponto na Leopoldina gera reclamações

Desde quarta-feira passada, quando começaram a circular as 462 vans legalizadas ligando o Rio a municípios vizinhos, motoristas têm reclamado do terminal na Leopoldina, longe do centro comercial e financeiro da cidade. Os passageiros das vans são obrigados a pegar outra condução, o que implica aumento de despesa. Eles se queixam também de que o lugar é inseguro.

Segundo as novas regras, vans da Baixada Fluminense e da Região Metropolitana são obrigadas a fazer ponto final na Leopoldina. Já as vans que vêm de Nova Friburgo, Araruama, Cabo Frio e Cachoeiras de Macacu param na Central. De acordo com o Detro, a decisão ficou a cargo da prefeitura, que não explicou os critérios para escolher os locais.

No sábado à noite, parte dos motoristas das vans intermunicipais legalizadas decidiu burlar a proibição e atuar nas imediações da Central do Brasil. Os motoristas aproveitaram a ausência de fiscais do Detro a partir das 20h. A falta de fiscalização à noite foi admitida pelo próprio Detro.

Fonte: O Globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!