sábado, 14 de janeiro de 2017

Jovem é executado a tiros na "Pracinha "

REDAÇÃO - Já eram cinco e meia da manhã e a madrugada estava quase acabando, como todas as sextas-feiras na "Pracinha do Cesinha". Mas esta foi diferente. Por volta das dez horas da manhã deste sábado, o corpo de um jovem conhecido como Lelê, ainda estava no chão da avenida Camarim, ao lado das garrafas de vodca e energéticos e latas de cerveja. 

Centenas de jovens se reuniam durante toda madrugada, quando a vítima foi atingido por vários disparos. Houve correria no local e os frequentadores do "encontro" ficaram muito assustados. 

A polícia já está no local e investiga o caso e informações preliminares dão conta que a vítima morava em Japeri. Policiais investigam se o jovem tinha envolvimento com o tráfico de drogas. 

Na madrugada, carro cai no Rio Abel

PLANTÃO - Um acidente por pouco não acaba em tragédia na madrugada deste sábado (14), em Queimados. Uma pálio Wekeend caiu no Rio Abel, na altura da Rua José Maria Coelho, no Centro. Segundo informações, o motorista foi desviar de um motociclista e acabou caindo no rio. Rapidamente os bombeiros foram chamados e os dois ocupantes do carro foram socorridos e passam bem. 




O acidente poderia ser mais grave. O rio Abel foi canalizado e a profundidade é cerca de 5 metros; Se o veículo estivesse em alta velocidade, o prejuízo poderia ser além do material. Felizmente tudo deu certo e os dois ocupantes do carro sofreram ferimentos leves.



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Sexta feira 13 de terror para o tráfico de drogas

REDAÇÃO - A sexta feira 13, literalmente, foi dia de azar para o tráfico de drogas do bairro São Jorge, no município de Japeri, na Baixada. Os policiais do 24º BPM (Queimados), sem medo de gato preto e nem de bandidos, os agentes deram um prejuízo no comércio de entorpecentes. O saldo da operação realizada na cidade foi de um traficante preso, uma pistola calibre 40, munições, rádio transmissor e um veículo.


Por volta das das 15 horas, uma guarnição do GAT do 24º BPM foi à comunidade do São Jorge para reprimir a venda de drogas. Ao chegarem no local houve confronto com os bandidos, mas Ronaldo Nascimento (23) foi atingido na troca de tiros. O acusado foi levado à policlínica do município e, posteriormente, transferido para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, onde está internado sob custódia. Com ele foram apreendidos uma pistola 40, um carregador com 8 munições e um rádio transmissor. 

A ocorrência foi registrada na 48 DP (Queimados). 

Adriano Moriê é empossado e partido abre portas para candidatura a deputado


Redação - Rio. A novela que se arrasta há mais de três meses envolvendo o vereador Adriano Moriê (PRP), suspeito de fraudar as eleições de outubro em Queimados, ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira (13). Durante sessão extraordinária da Câmara Municipal, o parlamentar foi empossado pelo presidente Milton Campos e já está apto para exercer o cargo de vereador, o qual foi eleito com 1512 votos. A decisão veio após Moriê conseguir revogar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a liminar do juiz da zona eleitoral do município, Juiz Luís Gustamos, que impedia que ele fosse diplomado vereador.

Com a posse de Adriano Moriê, Marcelo Lessa (PSC), que assumiu a secretaria de Cultura, volta a ser o primeiro suplente da coligação e Julio Boi, que tinha assumido há poucos dias a vaga de vereador, volta a ser segundo suplente , deixando assim a Casa Legislativa. Ele deve ocupar a secretaria de Esporte e Lazer, conforme anunciara no discurso da posse, o prefeito Carlos Vilela (PMDB).

Com a Câmara Municipal lotada de amigos, familiares, colaboradores e correligionários de partido, Adriano Moriê, foi à Tribuna e, após meses em silêncio, enfim, se pronunciou em público ao realizar o tradicional juramento:  “Prometo cumprir dignamente  o mandato a mim confiado, guardar a constituição e a lei, trabalhando pelo engrandecimento do meu município”, disse antes de ser empossado oficialmente pelo presidente Milton Campos.

Em seguida, Moriê visivelmente emocionado iniciou o seu discurso agradecendo a Deus, à família, aos colaboradores de campanha, ao seu partido e aos vereadores presentes na sessão que torceram por ele. “Vejo a vida por outro ângulo. Tudo que acontece tem um motivo. Hoje, estou muito mais próximo de Deus e da minha família. Está aqui a minha mãe, que é meu orgulho e minha esposa, que é a minha rocha”, disse Moriê às lágrimas. Ele ainda completou: “Tínhamos 120 lideranças, que lutaram muito para que conquistássemos os 1512 votos de forma lícita, fruto de muito trabalho”, garantiu.

Candidatura a deputado?

Durante a sessão, os vereadores utilizaram à tribuna para dar as boas-vindas ao novo colega. Foram o caso dos parlamentares Cinei e Careca. Mas, o discurso que despertou a atenção de todos foi o da presidente estadual do PRP, Eliane Cunha. Segundo ela, Moriê será candidato a deputado pela sigla. “Estadual ou a Federal. Ele que vai escolher”, revelou com exclusividade à RQ.

Quem também falou na Tribuna foi o vereador licenciado e atual secretário de Obras, Alex Dornellas, que está sendo acusado  por compra de votos na eleição. Sem citar nomes, ele acusou um ex-vereador que passou no último mandato pela Câmara de lhe denunciar do esquema de boca urna pelo qual responde na justiça. “Moriê seja bem-vindo de volta. Vamos provar na justiça nossa inocência”, afirmou.


Entenda o caso por completo

Logo após as eleições de outubro do ano passado, o Ministério Público Eleitoral (MPE) decretou a prisão e o afastamento do vereador Adriano Moriê sob a acusação de associação fraudulenta que usava documentos falsos para possibilitar votos no candidato em diversas seções eleitorais da cidade. Na ocasião, o servidor do Tribunal Regional Eleitoral de Queimados, Mário César Pereira Gomes e outras três pessoas foram presas em flagrante com envelopes com 90 documentos de identidade e 60 títulos de eleitor falsos, além de comprovantes de votação.

No dia 01 de dezembro, a justiça concedeu o habeas corpus revogando a prisão preventiva do parlamentar. No entanto, no dia da diplomação dos eleitos no Fórum do município, em 15 de dezembro, o juiz da 138ª Zona Eleitoral, Juiz Luís Gustamos Vasques, suspendeu a diplomação de Moriê alegando o fato dele estar impossibilitado de no momento exercer a função política de vereador e, “diante disso, não seria possível conceder a sua diplomação, pois haveria um risco de diplomar um candidato que, pelas provas robustas, teria utilizado meio fraudulento para se eleger”.

Em 6 de janeiro, o Desembargador Federal Dr. Hebert de Souza Cohn emitiu uma liminar que cassou da decisão do juiz eleitoral de Queimados e deu até 72 horas após presidente da Câmara, Milton Campos, tomar ciência do documento para dar posse ao vereador. O desembargador alegou em seu despacho que o fato de Moriê exercer a função de vereador não irá atrapalhar as investigações e de que o TRE de Queimados não pode interferir numa decisão que já fora proferida em instâncias superiores, no caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “preservando assim a soberania popular”.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Exclusivo: Vereador Morie é diplomado e toma posse nesta sexta, após decisão do TRE


Após toda confusão envolvendo as investigações de suposta fraude nas eleições municipais da cidade de Queimados, o TRE exigiu a diplomação e a consequente posse do vereador eleito e investigado Adriano Morie, no prazo de 72 horas, a contar do último dia 8. Com isso, o "Japonês " foi diplomado já na tarde desta quinta (12) no fórum local e será empossado nesta sexta (13), às 10 horas,  na Câmara Municipal.

O presidente da Câmara de Queimados, Milton Campos, confirmou a diplomação.  A decisão foi dada pelo desembargador Hebert de Souza Cohn que, no despacho, afirmou que a não diplomação do vereador no dia primeiro de janeiro foi ilegal, pois já  havia uma autorização dos ministros do STE, autorizando o ato.

As investigações continuam, mas não há uma veredito. Com a diplomação de Morie, deve haver mudança também no executivo.  Marcelo Lessa (PSC) passa a ser vereador suplente, mas como já foi confirmado na pasta de Cultura, Júlio Boi devve voltar à secretaria  de Esportes.

Polícia mata traficante em confronto e apreende fuzil

REDAÇÃO - Policiais do 24° BPM tiveram trabalho na tarde desta quarta (11). Os agentes perceberam um grupo armado com fuzis, comercializando drogas na Rua Jucuí, em Santa Amélia, Japeri. Após intensa troca de tiros, um homem conhecido como Magrão, de 25 anos, foi baleado por agentes do GAT. O ferido chegou a ser levado à policlínica do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

No confronto a polícia apreendeu um fuzil 556, um carregador intacto e 1.200 cápsula de cocaína. 

A ocorrência foi registrada na 63 DP.